AGENDA

Cerimônia de Premiação do vencedor latino-americano
São Paulo, Brasil
05 de Setembro de 2014

Anúncio do vencedor do Prêmio
Online
22 de Agosto de 2014

Gala Handel Chez le Prince Ruspoli
Versailles, França
06 de Julho de 2014

Fim do prazo para inscrição
03 de Julho de 2014

Cerimônia de lançamento do Prêmio
Havana, Cuba
19 de Março de 2014

O Comitê científico do 6° Concurso Internacional Príncipe Francesco Maria Ruspoli, depois de ter examinado atentamente os trabalhos enviados pelos candidatos do 1° Prêmio de Estudos Musicológicos Euro-Latino-Americanos Príncipe Francesco Maria Ruspoli, relativos às “relações musicais entre a Europa e a América Latina até o início do séc. XIX”, e os relatórios enviados pelos consultores, declara, em conformidade com o Regulamento do Prêmio, que o vencedor é o autor do trabalho “Ilustración y contrailustración de un cuarteto arequipeño (o cómo escribir un yaraví en el estilo de Haydn)”, José Manuel Izquierdo König,  e que o mesmo poderá receber o reconhecimento em dinheiro de R$ 3.000,00 no dia 5 de Setembro de 2014 na Biblioteca Mário de Andrade na cidade de São Paulo, Brasil.

O texto poderá ser publicado segundo as indicações do Comitê científico em um volume da Miscellanea Ruspoli, editado por Giorgio Monari.

 

Comitê científico

São Paulo, 22 de Agosto de 2014

Um fomento aos estudos musicológicos na América Latina

Em 2014, a Associação Cultural Ruspoli tem o prazer de apresentar a I Edição do Prêmio de Estudos Musicológicos Euro-Latino-Americanos Príncipe Francesco Maria Ruspoli – que será realizado no Brasil. Este Prêmio é uma extensão da VI Edição do Concurso Internacional de Música Barroca e estudos Musicológicos Príncipe Francesco Maria Ruspoli criado em 2009 pelo Centro de Estudos Santa Giacinta Marescotti, em Vignanello, Itália, onde se encontra o Castelo Ruspoli. O evento é uma homenagem ao Príncipe Francesco Maria Ruspoli, um grande mecenas, que durante o tempo em que viveu em Vignanello, recebeu os maiores compositores do período barroco, como Georg Friedrich Händel, Antonio Caldara, Jacques Hottetere, enquanto Alessandro Scarlatti e muitos outros importantes músicos lhe dedicaram suas composições.

I Edição do Prêmio de Estudos Musicológicos Euro-Latino-Americanos

“Principe Francesco Maria Ruspoli”

por ocasião da VI Edição do Concurso Internacional de Música Barroca e Estudos

musicológicos ”Principe Francesco Maria Ruspoli”

Cerimônia de Premiação do vencedor latino-americano:

São Paulo – Brasil – 5 de setembro de 2014

Cerimônia de Premiação dos vencedores do Concurso Internacional

Castelo Ruspoli – Vignanello – Itália – 5 de outubro de 2014

Curador

Professor Giorgio Monari

Comitê Científico

Prof. Dinko Fabris, Prof. Giorgio Monari, Prof. Manuel Carlos de Brito

Consultores

Prof. Egberto Bermúdez, Profa. Malena Kuss, Profa. Maria Alice Volpe,

Prof. Paulo Castagna e Prof. Víctor Rondón

Direção Geral e Realização

Associação Cultural Ruspoli

Centro Studi e Richerche Santa Giacinta Marescotti

A Associação Ruspoli, com sede em São Paulo, nasce em 2008, com a finalidade de promover intercâmbios culturais entre Itália e Brasil. Entre os projetos da associação, uma extensão do Concurso Internacional “Príncipe Francesco Maria Ruspoli”, em convênio com o Centro Studi e Ricerche Santa Giacinta Marescotti ( www.centrostudisgm.it) que realiza o Concurso “Ruspoli” no Castello Ruspoli em Vignanello, Viterbo, Itália desde 2009.

Objetivos do I Prêmio de Estudos Musico lógicos Euro-Latino-Americanos “Príncipe Francesco Maria Ruspoli”

  • Honrar a memória do Príncipe Francesco Maria Ruspoli, personagem de destaque na Roma Barroca e grande mecenas de compositores, como Georg Friedrich Handel e Antonio Caldara, trazendo à luz o seu espírito de mecenatismo e sua paixão pelas artes e música.
  • Promover o talento dos jovens pesquisadores e músicos da América Latina, nos campos da interpretação da música barroca e da musicologia.
  • Promover a pesquisa e o diálogo no campo dos estudos sobre as Relações musicais entre Europa e América Latina, até o inicio do século XIX, ampliando desde a pesquisa histórica e arquivista ao patrocínio dos estudos de qualquer aspecto das músicas do período, incluindo estudo de expressão da linguagem, fontes musicais e iconográficas, organológicas e outros.
  • Favorecer a difusão da pesquisa e das composições investigadas através dos concertos e eventos a serem realizados no Brasil e na Itália.

REGULAMENTO

Art 1.  CANDIDATOS

1.1 Poderão participar todos os cidadãos de países da América Latina e do Caribe. (Países da América Latina e do Caribe: Antígua e Barbuda, Argentina, Bahamas, Barbados, Belize, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Dominica, El Salvador, Equador, Granada, Guatemala, Guiana, Haiti, Honduras, Jamaica, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Santa Lúcia, São Cristóvão e Névis, São Vicente e Granadinas, Suriname, Trinidad e Tobago, Uruguai, Venezuela.)

1.2  Os concorrentes devem ser estudantes ou pesquisadores recém formados no começo da carreira acadêmica.

1.3  Não podem participar do prêmio as seguintes categorias:

– pessoas que tiveram relações, de estudos ou profissionais, por um período de dois anos antecedentes ao concurso, com os membros do comitê científico;

– textos elaborados por mais que uma pessoa.

1.4 A participação nas outras seções do Concurso Internacional “Príncipe Francesco Maria Ruspoli” é permitida.

Art 2. JÚRI, COMITÊ CIENTÍFICO E CONSELHO DOS CONSULTORES

2.1 A Associaçâo Ruspoli conta com especialistas no campo da Música e Musicologia que fazem parte de Instituições e Associações Culturais.

2.2 O Comitê Científico, o mesmo do Concurso Internacional de Música Barroca e Musicologia “Príncipe Francesco Maria Ruspoli” em Vignanello, Itália, examinará os trabalhos, escolhera´ o vencedor e nomeara´ os trabalhos qualificados para publicações.

Membros do Comitê Científico da I Edição do Prêmio de Estudos Musicológicos Euro-Latino-Americanos “Príncipe Francesco Maria Ruspoli”:

Prof. Dinko Fabris, Presidente da Internacional Musicolgical Society
Prof. Manuel Carlos de Brito, Emeritus Universidade Nova, Lisboa, Portugal.

Prof. Giorgio Monari (presidente), Pontifícia Universidade Gregoriana e Universidade “La Sapienza”, Roma.

2.3 O Comitê Cientifico escolherá o Conselho dos Consultores, que não tem poderes de decisão. Cada consultor deve apresentar um relatório preliminar individual de cada trabalho ao Comite^ ate´ dia 8 de Agosto 2014.

Membros do Conselho dos Consultores da I Edição do Prêmio de Estudos Musicológicos Euro-Latino-Americanos “Príncipe Francesco Maria Ruspoli”:

Prof. Egberto Bermúdez – Universidade da Colômbia, Bogotá

Profa. Malena Kuss, Vice-presidente da International Musicológical Society e Chair da Associação Regional de Musicologia para América Latina e Caribe.

Prof.a Maria Alice Volpe, Universidade Federal do Rio de Janeiro / Academia Brasileira de Música.

Prof. Paulo Castagna – Universidade do Estado de Sa~o Paulo, Brasil Prof. Víctor Rondón – Universidade do Chile, Santiago

Art 3. CRITÉRIO DE JULGAMENTO

3.1 As decisões do júri serão tomadas por maioria absoluta, inapeláveis e definitivas.

3.2 Para promover a transparência da decisão dos jurados, os trabalhos serão apresentados para o júri de forma anônima. A secretaria da Associação Ruspoli (www.associacaorupoli.com.br), se compromete em manter em sigilo a identidade dos candidatos e autores em um envelope especial, que será aberto pelo júri somente depois do veredicto.

3.3 O júri depois de ter examinado atentamente os trabalhos e os relatórios dos consultores, escolherá um só trabalho vencedor para premiação, segundo os critérios de relevância científica e cultural, originalidade e qualidade literária. Eventualmente o júri poderá indicar outros trabalhos meritórios de publicação. O veredicto será publicado no dia 22 de agosto de 2014, no site da Associação Ruspoli (www.associacaoruspoli.com.br) e do Centro Studi (www.centrostudisgm.it) na seção dedicada ao concurso. O vencedor será comunicado diretamente pela secretaria da Associação Ruspoli. A premiação sera´ dia 5 de setembro de 2014, em São Paulo, Brasil, em local a ser definido.

Art 4.

MODALIDADE DE INSCRIÇÃO

4.1 Os candidatos deverão preencher o módulo de inscrição que está no site da Associação Ruspoli (www.associacaoruspoli.com.br) na seção específica dedicada a edição 2014, até dia 23 de Junho de 2014. A documentação necessária para a inscrição deverá ser enviada por e-mail conforme se segue:

Documentos para inscrição:

a. Ensaio histórico musicológico digitado a máquina ou computador (não serão aceitos ensaios manuscritos). Em Word e PDF.

b. Curriculum Vitae detalhado. Em Word e PDF.

c. Cópia de um documento de identidade válido. Em PDF

d. Duas fotografias em formato digital (jpg, gif, ou formatos gráficos similares, em alta resolução, que poderão ser eventualmente utilizados pela assessoria de imprensa ou pela produção do evento).

e. Preenchimento de ficha de inscrição assinado. (Anexo I)- PDF

f. Preenchimento e assinatura da Autorização para utilização do texto e de imagem, pela Associação e pelo Centro Studi e Ricerche Santa Giacinta Marescotti. (Anexo II).

4.2 A documentação deve ser enviada para o e-mail:

associacaoruspoli@gmail.com, em formato Word e pdf. Na falta de algum item da documentação exigida, a inscrição será considerada incompleta sendo automaticamente cancelada. A Associação enviará um e-mail confirmando a inscrição e participação do candidato.

4.3 Os candidatos devera~o respeitar os seguintes critérios:

  1. Os ensaios histórico-musicológicos devem ser enviados na seguinte formatação: mínimo de 20 páginas e máximo de 120 páginas, em formato A4, entrelinhas espaçamento duplo, fonte 12 (notas fonte 10), 30 linhas por página.
  2. Os ensaios histórico-musicológicos poderão fazer referência a qualquer aspecto particular, autor, composição ou tema relativo às Relações Musicais entre a Europa e a América Latina até o início do séc. XIX.
  3. Cada candidato pode apresentar mais de um trabalho.
  4. Os ensaios devem ser originais e inéditos, não podem ter sido publicados anteriormente e nem premiados em concursos similares.
  5. As teses de TCC apresentadas até o ano de 2009 serão aceitas.

Art 5.

  1. Os ensaios devem ser redigidos em um dos seguintes idiomas: Espanhol, Português, Inglês ou Francês.
  2. Todo material das pesquisas será conservado na Biblioteca Virtual da Associação e também na biblioteca física do Centro de Studi Ricerche Santa Giacinta Marescotti.

PRÊMIO

5.1 A Associação Ruspoli oferece exclusivamente ao vencedor um reconhecimento em dinheiro de R$ 3.000,00.

5.2 O Concurso oferece ao vencedor e eventualmente a outros autores indicados pelo júri a publicação na “Miscellanea Ruspoli”, editada pela LIM – Libreria Italiana Musicale.

Art 6.

Art 7. A organização não se responsabilizará por eventuais danos pessoais ou materiais no decorrer do concurso.

Art 8. Os organizadores não se responsabilizam por eventual plágio no ensaio histórico-musicológico apresentado pelo candidato, cabendo a este a reparação, em qualquer esfera, por danos eventualmente causados a terceiros.

Art 9. Os candidatos autorizam a captação de áudio e vídeo e a transmissão pela organização, durante e na apresentação final do concurso.

Art 10. Será solicitado a todos os candidatos assinarem autorização que se encontra na seção dedicada ao Prêmio, no site da Associação, para a utilização dos textos e imagens pela Associação Ruspoli e pelo Centro Studi.

Art 11. As despesas referentes à hospedagem e à alimentação do vencedor para a entrega do I Prêmio de Estudos Musicológicos Euro-Latino-Americanos “Príncipe Francesco Maria Ruspoli”, que ocorrera´ dia 5 de setembro de 2014, em São Paulo, na Biblioteca Mário de Andrade, serão de responsabilidade da Associação Cultural Ruspoli, que também arcará com 50% do valor da passagem do vencedor para a cerimônia de premiação no Brasil. As despesas para acompanhantes do vencedor na~o esta~o inclusas.

Por motivo de força maior e comprovada a necessidade, ou se o número de mínimo de três participantes não for atingido, a organização poderá cancelar o concurso.

Art 12. Todos os dados fornecidos pelos concorrentes no ato da inscrição sera~o de uso exclusivo para as finalidades do concurso.

Art 13. A inscrição no concurso implica a aceitação incondicional dos termos deste regulamento.